sexta-feira, 26 de agosto de 2016

E deu tudo certo!


E as Olimpíadas estão se despedindo do Rio! Não teve bomba, não teve zica, não teve dengue, não teve caos. Bem, um certo caos teve, principalmente por conta da mobilidade urbana, mas nada insuportável (não para os padrões cariocas, já que temos o pior trânsito do mundo!).

O clima olímpico realmente tomou conta da cidade e eu só tenho a lamentar quem resolveu deixar a cidade ou se entocou em casa com medo de tumulto. Essas pessoas perderam a oportunidade de interagir com turistas e atletas do mundo inteiro durante duas semanas, compartilhando as belezas de nossa cidade e o melhor de nosso povo.

Quando eu poderia imaginar que estaria num estádio olímpico torcendo lado-a-lado com pessoas do Kenya, na Etiópia, da China, da Bélgica?! Quando eu poderia me pegar na dúvida para que time torcer numa final de vôlei feminino (e acabar me empolgando a alegria da torcida chinesa no Maracanazinho)?!

Só uma Olimpíada é capaz disso. Todos juntos, torcendo, comemorando - e claro, lamentando também. Por duas semanas quem estava aqui não pensou nas desgraças que assolam o mundo; não que as tivessem ignorado ou esquecido, mas sim porque uma olimpíada é capaz de unir, nem que momentaneamente, povos tão diversos, mas em sintonia com o melhor que a humanidade é capaz de prover.

Espero muitíssimo poder participar de um evento como esse novamente num futuro próximo - e quem sabe novamente no Rio ou qualquer outra cidade do Brasil!?

Que venham agora as Paralimpíadas, para mostrar novamente para o mundo que podemos sim ser melhores!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget