segunda-feira, 11 de maio de 2015

Parem o mundo! quero descer!



Que mundo chato estamos vivendo hoje - e perpetuando para nossos filhos!

Não podemos fazer nada! Nem dizer nada! Nem rir de nada!

Não podemos falar mal do (des)governo do PT sem ser taxado de "coxinha" ou de imperialista.

Não podemos falar mal do neo-liberalismo, assim como não podemos defender os interesses da classe trabalhadora, que já somos chamados de comunista!

Não podemos rir de uma piada de pobre que somos rotulados de escravagista!

Não podemos ser a favor da diminuição da maioridade penal porque senão nos acusam de querer botar bebês inocentes na cadeia; mas também não podemos ser contra porque nos acusam de ser coniventes com a criminalidade;

Não podemos xingar ninguém de filho-da-puta sem sermos quase linchados como machistas, porcos-chauvinistas, mesmo quando está implícito de que estamos xingando a pessoa, não sua progenitora.

Não podemos dizer "Neguinho isso", ou "neguinho aquilo" (o que no Rio de Janeiro é vírgula, como se estivéssemos dizendo "malandro isso" ou "malandro aquilo", por exemplo) sem que temamos um processo por crime de racismo.

Não podemos virar para um amigo ou colega e dizer "Deixa de ser viadinho!", quando ele está com alguma frescura, sem que a patrulha LGBT venha com paus e pedras nas mãos nos taxando de homofóbicos e intolerantes.

Não podemos nem dizer "Amém!" que alguém vem nos lembrar que o país é laico, mas esquece-se de que devemos respeitar o direito do cidadão à qualquer religião.

O mundo está muito intolerante!

Parem, que eu quero descer!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget