quarta-feira, 20 de julho de 2011

Para os NETs (a dor de cabeça) é agora

Sou cliente da NET há mais de uma década. Aliás, quase duas. Na verdade, em meu nome mesmo, a conta da NET só vêm há 3 anos, desde que me mudei da casa de minha mãe para morar com minha família. Nesses 3 anos eu já mudei de plano algumas vezes, sempre aproveitando uma promoção oferecida pela NET - ou corrida atrás. Tenho o combo completo: telefone + internet + TV. Tirando pequenos e quase raros problemas técnicos a que todos estão passíveis, em qualquer operadora, não tenho reclamações quando aos serviços prestados pela NET.  O problema da NET, e de tantas outras empresas prestadoras de serviços no Brasil, qualquer serviço, é o atendimento. Sofrível, no mínimo.


No final do ano passado eu resolvi fazer um cartão American Express com o único objetivo de pagar minha fatura da NET através dele, de modo a acumular pontos que poderiam ser convertidos em milhas. Nada mais plausível. Pois bem, como a NET só aceitava o AMEX, acabei me tornando cliente dessa bandeira, cujo cartão uso quase que exclusivamente para o pagamento da NET.  Como eu nunca tive problemas desde que passei a utilizar essa forma de pagamento, não liguei para o fato de que a fatura da NET estava sendo lançada em meu cartão com alguns dias de antecedência à sua data de vencimento (todo dia 10), geralmente 15 dias antes, já que eu pagaria a fatura do cartão na sua data de vencimento de qualquer maneira.

Acontece que esse mês a NET lançou duas faturas em meu cartão. Não, não foram duas faturas iguais: ela lançou a fatura de junho no dia 26/05 e a fatura de julho no dia 22/06, ou seja, com menos de 30 dias de diferença entre uma e outra (veja a imagem abaixo). Caso o vencimento da fatura fosse respeitado, isso nunca teria acontecido, visto que a fatura de junho seria lançada em 10/06 e a de julho em 10/07. 

Vejam o absurdo das datas de lançamento!


Arguida sobre isso, a NET (aqui representada pelos seus magníficos atendentes) tentou me convencer de que a culpa era do cartão AMEX, que faria o lançamento da conta na data que lhe convinha. Ora, se eu compro uma camisa hoje numa loja, a data da compra que virá em minha fatura para ser paga é exatamente a data de hoje, não 15 dias antes! Mas não houve jeito; nem mesmo a ouvidoria da NET, que entrou em contato comgio após eu ter aberto uma solicitação, conseguiu explicar porque houve dois lançamentos de faturas distintas num único mês em meu cartão (a não ser por culpa do próprio cartão). Como a ouvidoria avisasse que aquela ligação não estava sendo gravada, eu prontamente comecei a gravar eu mesmo e solicitei que a atendente repetisse tudo para mim, de modo que ficasse registrado tamanho absurdo.

A gravação você poder ouvir aqui:



ou aqui:





Não satisfeito, no dia 30/06 solicitei a NET que me enviasse as gravações das ligações feitas por mim no dia 24/06 de modo a anexá-las a uma futura (e muito provável) ação na justiça contra eles. Eis então que no dia 18/07 recebo uma carta (!!!) da NET - que mais parecida uma fotocópia mal feita - com um link (!!!) para baixar o arquivo desejado. Como eu não tenho tecnologia suficiente para abrir um arquivo a partir de um link impresso numa folha de papel, digitei em meu browser todo so 50 dígitos alfa-numéricos (vou repetir: 50 dígitos alfa-numéricos) e claro que não fiquei surpreso ao ver que o link estava inválido.

Tentei então mandar uma mensagem para a ouvidoria da NET através do seu site, mas essa se mostrou uma tarefa impossível. Há no formulário de contato um campo para inserção do protocolo que desejamos ser atendido pela Ouvidoria. Digitei ali o código que me foi enviado na carta impressa. A mensagem então não foi enviada e retornou uma mensagem de que o campo deveria ter no mínimo 15 caracteres. Como o protocolo que me foi enviado não tinha mais do que 11, coloquei ali um dos protocolos que me foi passado durante minhas ligações no dia 25. A mensagem novamente não foi enviada e me foi retornado que o campo deveria ter no máximo 15 caracteres! (Sim, pode rir e fazer cara de "what the fuck?!"). Como o protocolo tinha 16 caracteres, fiz duas tentativas: uma retirando o primeiro dígito e a outra retirando o últimos dígito. Nada. A mesnagem de erro avisou que o sistema não encontrou tal protocolo.


Desisti e mandei um e-mail para a central de atendimento da NET (a essa altura tenho realmente medo de ligar para lá e acabar me alterando com algum atendente com Q.I. duvidoso) solicitando que me enviassem por email os links para baixar as gravações. E não é que hoje eu recebi um e-mail?! Sim!!!! Mas havia links?! NÃAAAAO! Apenas um arquivo Word com uma confirmação do dia, da hora, do assunto e do número dos 3 protocolos solicitados.



É, não dá. Não tem como. Agora, só no JEC (Juizado Especial Cívil) mesmo. Lá eu cobrarei os juros que pagarei com o cartão (porque eu retirei do pagamento o valor da mensalidade da NET de julho, valor esse que virá acrescidos de juros exorbitantes do cartão na fatura do mês que vem), cobrarei que seja respeitada a data de vencimento da NET para que ela seja lançada corretamente na fatura do AMEX e, claro, danos morais por todo o estresse.

Ah, para quem estiver perguntando por quê diabos ainda não sai da NET: eu não saí porque, como disse anteriormente, em termos de serviço, não tenho o que reclamar. Além do que, no Combo TV + Internet + Telefone eu pago muito menos do que pagaria por esses serviços  em seprado em outras empresas. Só por isso. Mas um dia eu fico rico e saio da Sibéria!

3 comentários:

  1. Você faz certo, lutar pelos direitos. Sei que cobrança ilegal dá direito à resarceamento do dobro que foi pago, além de poder lutar pelos danos morais. Dá dor de cabeça mas é direito seu e é apropriada a atitude. Apoiado! Parabéns e boa sorte, é claro!

    ResponderExcluir
  2. O sistema da Net é capenga com o cartão. Eles devem usar a mesma metodologia do lançamento em débito em conta corrente: no dia do fechamento da fatura, lançam no banco o débito AGENDADO para o dia X. Mas pelo visto isso não deve existir no AMEX, aí, deu no que deu.

    ResponderExcluir
  3. Então a culpa é da AMEX?! vixi! Vou processar os dois então!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget